Em Góis, o Dia Internacional das Florestas foi comemorado com a visita da turma 8º A do Agrupamento de Escolas de Góis no ambito do projecto ECO- Escolas e culminou com a plantação de 4 sobreiros no Parque da Quinta dos Maias, propriedade da Autarquia de Góis.

 

 

Esta propriedade apresenta um bosque notável, de uma biodiversidade riquíssima que constitui uma pequena amostra da vegetação potencial das zonas húmidas de montanha da paisagem da Serra do Açor. A floresta situada na encosta sobranceira à área de cultivo é dominada por castanheiro, de regeneração natural e alguns indivíduos notáveis do ponto de vista ecológico, árvores longevas e cavernosas que albergam grande diversidade de musgos, plantas epífitas e fetos característicos. Entre os castanheiros encontra-se carvalho-alvarinho, azevinho (espécie protegida), loureiro, folhado e azereiro. No sub-bosque é frequente a gilbardeira. Tratando-se de uma autêntica montra ecológica, este bosque situado no interface urbano-florestal, necessita de uma gestãocuidada nomeadamente quanto à introdução de espécies invasoras como a mimosa, muito presentes em todas as imediações.

Da antiga propriedade agrícola subsistem os muros e sistema de levadas, assim como um tanque onde a Engenheira do Ambiente Vanessa Serra chamou a atenção dos alunos para a ocorrência de anfíbio, salamandras e tritões, característicos destes ecossistemas.
Na parte mais elevada da propriedade, numa clareira com menos densidade arbórea e onde existe um sobreiro de grandes dimensões foram plantados pelos alunos os 4 sobreiros acompanhados de explicações técnicas acerca da relação entre as diferentes espécies arbóreas e da sua importância.
Coordenou esta actividade o Dr. José Abrantes, biólogo da CM Góis, com a colaboração do Dr. Marco Dias do Gabinete Técnico Florestal, do Eng. Nuno Santos da ADESA assim como do pessoal auxiliar da CM Góis.